Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Segue na memória dos fiéis da Diocese de São José do Rio Preto, no noroeste do Estado de São Paulo, a Consagração da Rússia e Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria; inspiração do Papa Francisco que resultou em gestos mundiais de oração pela paz no Leste Europeu. Na festa da Anunciação do Senhor, dia 25 de março, o Pontífice recordou que a humanidade “esqueceu a lição das tragédias do século passado, o sacrifício de milhões de mortos nas guerras mundiais”, mas igualmente sublinhou que todos seguem desejosos da “urgente intervenção materna”.

Unidos ao Santo Padre, e guiados pelo bispo local, Dom Antônio Emidio Vilar, sdb, os fiéis, padres, diáconos, seminaristas e religiosos mais uma vez suplicaram a intercessão da Virgem Maria (cujo Coração Imaculado é padroeiro da Diocese desde 1954): na noite fria de terça-feira, 14 de junho, centenas de fiéis foram às ruas em Caminhada Eucarística pela paz em todo o mundo. Ministros da Sagrada Comunhão Eucarística e demais lideranças se concentraram na Paróquia da Redentora e seguiram em procissão até a Catedral de São José, na área central da cidade. Das janelas e sacadas dos prédios, dezenas de pessoas igualmente se uniram em oração.

O padre Fábio Dungue, que incentivou a realização da caminhada, explicou que ela teve origem nas visitas realizadas às Regiões Pastorais da Diocese de São José do Rio Preto. “O povo de Deus estava desejoso dessa demonstração pública de fé”, disse o presbítero. O padre Carlos Eduardo Nascimento, que igualmente apoiou a realização do encontro, considerou o contexto em que ele se inseriu. “Em comunhão com a Igreja no mundo, nós vivemos um tempo de sinodalidade. Em comunhão com a Igreja do Brasil, de 11 a 15 de novembro, nós teremos, em Recife, o 18º Congresso Eucarístico Nacional. Aqui, em nossa Diocese, também fomos chamados, com Maria, a Mulher Eucarística, a ouvirmos o Espírito Santo. Por essa razão, a caminhada, junto com Nossa Senhora, foi muito importante porque nos levou ao Coração de Jesus”, garantiu o religioso.

Adoração

Concluída a caminhada, que contou com a meditação da irmã Ednalva Gomes da Silva e animação de lideranças leigas, os fiéis lotaram as dependências da Catedral para uma Vigília Eucarística. Dom Vilar, que acompanhou o povo durante todo o trajeto ao lado na imagem do Sagrado Coração de Jesus, proferiu a bênção com o Santíssimo (fazendo uso de ostensório confeccionado para o Congresso Eucarístico celebrado na Diocese de São José do Rio Preto na década de 1940). “Jesus revela o amor em nossos corações. Ele é o Pão da Vida”, destacou o epíscopo ao pedir que os diocesanos sigam buscando o diálogo que gera a paz e rezando pela saúde do Santo Padre.

A Caminhada Eucarística, na semana de Corpus Christi, celebrou sua primeira edição com a esperança de que em 2023, ano da conclusão do Sínodo dos Bispos, os fiéis voltem a se encontrar. “Vamos seguir incentivando a realização desse momento como sinal da unidade diocesana e da nossa comunhão com o Papa Francisco”, concluiu o coordenador de pastoral, padre Luiz Caputo.

 

Texto: André Botelho (Jornalista / Assessoria de Imprensa Diocese de São José do Rio Preto)

Fotos: Claudia Pereira / Hugo Viana (Serviço Fotográfico Diocesano)