Destaques Dioceses Notícias

Diocese de Marília encerra Ano de São José com elevação de Paróquia à Santuário

“Jamais para envaidecer, somente para santificar nossa Congregação, nossa Diocese e os peregrinos que aqui vão chegar!”, afirmou o primeiro reitor do Santuário de Osvaldo Cruz, o missionário passionista Pe. Rogério de Lima Mendes, durante celebração presidida por Dom Luiz Antonio Cipolini.

Na noite da última terça-feira, dia 7, a Diocese de Marília encerrou o Ano de São José, proclamado pelo Papa Francisco, com a elevação canônica da Igreja Matriz de Osvaldo Cruz à Santuário Diocesano.

“Considerando o grande número de fiéis de nossa Igreja Particular que recorre a São José como um intercessor, um amparo e um guia nos momentos de dificuldade” e “para favorecer o crescimento do amora este grande santo, para que mais pessoas se sintam impelidas a implorar sua intercessão e para que todos imitem suas virtudes e dedicação”, foram as palavras do Decreto lidas no início da celebração da Missa presidida pelo bispo diocesano de Marília, Dom Luiz Antonio Cipolini, que marcou o encerramento do Ano de São José na Diocese.

PATERNIDADE DE JOSÉ

Seguindo os protocolos sanitários exigidos do momento, o templo ficou repleto de fiéis, de padres e diáconos que acompanharam o momento. Ocasião que o bispo escolher para enfatizar a figura paterna de São José e, ao mesmo tempo, encorajar os pais de família.

“Hoje quero destacar a figura de São José! O valor encarnado por ele é a paternidade. São José nos ajuda a compreender o que é necessário para ser um pai de acordo com o plano de Deus”, disse Dom Luiz Antonio e aconselhou os pais presentes: “a paternidade deve enriquecer-se, em relação aos filhos, pela amizade. Como é bom abrir o coração uns aos outros, sem nada esconder”.

ZELO PASTORAL

Com 300 anos de criação no mundo, há seis décadas, o cuidado pastoral da Paróquia São José em Osvaldo Cruz, agora Santuário Diocesano, está sob a responsabilidade dos padres da Congregação da Paixão de Jesus Cristo (Passionistas).

“Partilhamos da alegria e encantamento deste tempo novo de esperançar! Somos Santuário: que bom viver tudo isso; jamais pra envaidecer, somente para santificar nossa Congregação, nossa Diocese e os peregrinos que aqui vão chegar!”, ressaltou o missionário passionista Pe. Rogério de Lima Mendes, pároco e primeiro reitor do Santuário Diocesano. A celebração contou com a presença do Pe. Leudes Aparecido de Paula, superior provincial da Congregação e também de dezenas de padre passionistas.

Confira algumas fotos da celebração:

 

Imagens: Vinícius Cruz | Depto. de Comunicação Diocese de Marília

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.