Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Primeiro evento busca discutir o papel dos museus eclesiásticos à luz de documento pontifício
No dia 15 de agosto de 2001 foi publicado pela então Comissão Pontifícia para os Bens Culturais da Igreja a “Carta Circular sobre a Função Pastoral dos Museus Eclesiásticos”. O documento colocava em evidência o local ocupado pelos museus da Igreja e seu papel como fomentador da memória pública e religiosa do povo e de seu patrimônio sacro, já que “um museu eclesiástico, com tudo o que contém, está intimamente unido à vivência eclesial, visto que documenta de modo visível o percurso da Igreja ao longo dos séculos no que diz respeito ao culto, à catequese, à cultura e à caridade” (IGREJA CATÓLICA, 2001). Hoje, 20 anos depois da publicação deste documento, torna-se necessário refletir sobre o papel, alcances, desafios e perspectivas destas instituições museais, sejam aquelas ligadas diretamente à Igreja Católica ou que, fora dela, salvaguardam acervos eclesiásticos.
É com esta questão que a Diocese de Limeira, por meio de seu Museu Eclesiástico, organiza o I Seminário Internacional Bens Culturais da Igreja, com correalização do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (IFCH/Unicamp) e do Ornamenta – Grupo de Estudos Avançados de Arte Sacra no Brasil (Unicamp), com o apoio do Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM/SP). O evento ocorrerá de modo virtual no dia 26 de novembro, das 9h às 17h, e reúne pesquisadores do Brasil e de Portugal que lidam com a temática dos museus eclesiásticos.
Como apontou o bispo diocesano de Limeira, Dom José Roberto Fortes Palau, discutir sobre o acervo cultural da Igreja Católica é tratar também das distintas esferas que formam as identidades das comunidades. “A história da Igreja está intimamente ligada à vivência das sociedades. Basta pensarmos que a presença da instituição eclesiástica na constituição dos territórios, por vezes, precedia a do poder público. Logo, todo o patrimônio cultural produzido para o culto ou a devoção doméstica deve ser lido em correlação com aspectos sociais, políticos, econômicos, educacionais, entre outros. Preserva-los e difundi-los em instituições de memória, como os museus, é ação mais que urgente”.
O seminário será transmitido pelo canal do YouTube da Comissão de Bens Culturais. Para certificação, o ouvinte deve realizar a inscrição gratuita em: https://www.even3.com.br/iseminariobci/
SERVIÇO
I SEMINÁRIO BENS CULTURAIS DA IGREJA – Carta Circular sobre a Função Pastoral dos Museus Eclesiásticos: 20 anos depois (2001-2021)”
Data: 26 de novembro de 2021
Horário: das 9h às 17h
Local: virtual, com transmissão pelo canal do YouTube Comissão de Bens Culturais Eclesiásticos da Diocese de Limeira no Facebook (https://www.youtube.com/channel/UCfs5ZttZ2SFUGONuFhLFvzg)
Inscrições gratuitas pelo link: https://www.even3.com.br/iseminariobci/

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

 
9h – ABERTURA
Dom José Roberto Fortes Palau – Bispo Diocesano de Limeira
Ms. Davidson Panis Kaseker – Diretor do GTC SISEM/SP
Prof. Dr. Marcos Tognon – IFCH/Unicamp e Grupo de Pesquisa Ornamenta/Unicamp
 
9h30 – POR UMA HISTÓRIA DA MUSEOLOGIA RELIGIOSA NO BRASIL
Dr. João Paulo Berto (CMU/Unicamp / Museu Eclesiástico da Diocese de Limeira)
 
10h15 – MUSEUS DA IGREJA  EXPERIÊNCIAS HISTÓRICAS
Museu de Arte Sacra de São Paulo (São Paulo, SP) – Luciana Barbosa
Museu Nossa Senhora Aparecida (Aparecida, SP) – Erica Coelho Bowersox
Museu da Obra Salesiana no Brasil (São Paulo, SP) – Marcos Lima Moreira
Museu da Liturgia (Tiradentes, MG) – Padre Álisson Sacramento e Henrique Rohrmann
Museu Eclesiástico da Diocese de Limeira (Limeira, SP) – Jeison Lopes Pereira
 
14h – GESTÃO E COMUNICAÇÃO DE ACERVOS ECLESIÁSTICOS
Patrimônio Sacro e Território: referências e perspectivas – Prof. Dr. Marcos Tognon (IFCH/Unicamp e Grupo de Pesquisa Ornamenta/Unicamp)
Gestão e comunicação do patrimônio religioso: do conhecimento à sabedoria da contemplação – Dr. Marco Daniel Duarte (Museu do Santuário de Fátima – Fátima, Portugal)
 
16h – CONFERÊNCIA DE ENCERRAMENTO
Museus Eclesiásticos: uma releitura do documento sobre a sua função pastoral – Profa. Dra. Maria Isabel Roque (Universidade Europeia)
 
Marco Antônio Erbeta
Assessoria de Imprensa
Diocese de Limeira, SP
Com informações e coautoria da Comissão de Bens Culturais da Diocese de Limeira