Comissões Episcopais Pastorais

CPT São Paulo realizará lançamento do caderno de Conflitos no Campo 2012

A Comissão Pastoral da Terra de São Paulo realizará, no próximo dia 9 de agosto, às 19:30hs, na Câmara Municipal de São Paulo, o lançamento do Caderno de Conflitos no Campo 2012.

capa2012
O publicação contém registros sobre os conflitos por terra, água, trabalhistas e em situação de seca no Brasil

O Caderno é uma publicação anual da CPT, desde 1985, que contém registros sobre os conflitos por terra, água, trabalhistas e em situação de seca no Brasil. Diante de tamanha violência no campo contra trabalhadores e trabalhadoras da terra, a CPT decidiu publicar os registros que vinha fazendo desde o final dos anos 1970, como forma de dar visibilidade aos conflitos por terra e, a partir de 2002, os conflitos pela água.

Em 2012, os conflitos no Sudeste (São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo) apresentaram uma queda, se comparados a 2011. Em 2011, foram registrados 66 (28,6%) conflitos. Em 2012 registraram 48 conflitos, uma diminuição de 19%. Estes correspondem os conflitos por terra, ocupação, e acampamentos.

Ainda segundo os dados da publicação, no Sudeste ressaltamos os números de conflitos por Terra (126); Água (15) e Trabalho (10). 

O levantamento também registrou que em São Paulo, Pirassununga, houve 26 casos de trabalho escravo, sendo que todos esses 26 trabalhadores foram libertados. Segundo o documento uma ligeira queda foi observada nas denúncias de trabalho escravo e superexploração, com relação a 2011.

A Câmara Municipal fica localizada no Viaduto Jacareí, 100, Centro, São Paulo – SP.

Depoimento  – A cada dia que passa, sentimos bater à nossa porta a história atual das populações do campo com suas preocupações e indignações. Os gritos que nos vêm das florestas, das terras e territórios dos povos e das comunidades tradicionais, sobretudo por conta dos impactos e das contínuas ameaças que sofrem, exigem de nós uma presença solidária, profética, ecumênica, e fraterna para estimular e reforçar seu protagonismo. Sobre nosso Brasil indígena, negro, camponês, sobre os jovens desta hora tão ameaçadora e sobre todos os que se solidarizam com outro modelo de Brasil, pedimos a bênção do Deus de tantos nomes que Jesus veio nos mostrar  com sua missão que é também a nossa”, comenta a coordenadora regional da CPT, Andrelina Vieira Quinto na entrevista concedida ao Regional.

Com informações da CPT, De São Paulo, Renato Papis, MTb, 61012/SP

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.