A elaboração de um documento que congrega os trabalhos das pastorais sociais e organismos vinculados à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) figurou entre as pautas do Encontro das coordenações na tarde de ontem, dia 19.

Reunidos em Brasília (DF), na Casa de Encontros Dom Luciano Mendes de Almeida, agentes de todo o país partilharam conquistas na pastoral, refletiram dificuldades e buscaram sinergias na atuação social da Igreja.

O Projeto Incidência política compartilhada, da Comissão Episcopal para a Ação Sociotransformadora (CEPAST) da CNBB, que atua no acompanhamento de leis no Congresso Nacional no que tange a atenção aos povos originários, terra/territórios, violências, armamento, criminalização dos projetos populares e pautas ambientais, também compôs a programação do encontro.

O Caderno “Encantar a Política”, programa permanente de consciência cristã, e a Revista “Casa Comum”, iniciativa de comunicação multimeios do Serviço Franciscano de Solidariedade (Sefras), foram apresentados aos participantes como vias estratégicas de compreensão da fé à serviço da vida.

A ideia de duas formações, Curso de “Planejamento de Campanhas Eleitorais” e Curso de “Metodologia para Multiplicadores e Multiplicadoras”, foi refletida durante a reunião. O objetivo dos itinerários formativos é despertar multiplicadores para fortalecer a dignidade política a partir do pensamento social cristão, e incentivar o engajamento e o apoio a candidaturas populares e mandados coletivos.

A elaboração e atualização dos estatutos, regulamentos e regimentos internos das pastorais sociais e organismos vinculados e relacionados à CNBB também compuseram a agenda da reunião. O Pe. Dario Bossi e o Frei Olávio Dotto, assessores da CEPAST, explicaram os detalhes e esclareceram as dúvidas das lideranças pastorais.

O cuidado eclesial para com os vulneráveis também ocupou a agenda da reunião das coordenações. “A Igreja tem se preocupado nesta dimensão, sobretudo dos abusos sexuais”, ressaltou Alessandra Miranda, secretária executiva da 6ª Semana Social Brasileira (SSB), ao propor uma ação comum de criação, implementação e sensibilização para com as pessoas vulneráveis nas pastorais sociais. A agenda gerou reflexão e partilha entre as lideranças.

Um informe da atualização do Centro de Sustentabilidade das Pastorais e Organismos (Census), constituído por representantes da CNBB, das pastorais sociais e organismos vinculados e relacionados à Conferência Episcopal, também integrou a programação da reunião.

A Missa por ocasião da Solenidade de São José, presidida por dom José Valdeci Santos Mendes, bispo de Brejo (MA) e presidente da CEPAST, encerrou o Encontro das Coordenações das Pastorais Sociais de todo o país.