Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Diante dos últimos fatos: manifestações por todos os lados e, principalmente, aqui em Bauru, é impossível não parar para perguntar: por quê? Por que só agora? Por que com o transporte?
O que dizem é que foi a gota d’agua.
Mas morrer gente por falta de vagas nos hospitais, não seria uma gota ainda maior? As mortes por dengue e HN1, a falta de estrutura e médicos nos Postos de Saúde, as ruas sem asfalto, não merecem de nós tamanha indignação?
O mensalão não seria uma cachoeira em nossas cabeças?
A pobreza, a desigualdade social, as drogas, isso não nos incomoda, ao ponto de nos mobilizarmos tanto ou mais?
A falta de transparência com os gastos públicos, a corrupção…
Nesse sentido, o Conselho Nacional do Laicato do Brasil – Diocesano de Bauru, não poderia se furtar de estar presente nesse momento de luta contra tudo que colabora para manutenção dessa situação, em resposta ao chamado a sermos “homens da igreja no coração do mundo.” 
Nessa quinta feira, dia 20, têm novas manifestações em Bauru, e como cidadã e cristã que acredita que a fé e a luta pela justiça andam de mãos dadas, convido todos os homens e mulheres de boa vontade a entrar nessa corrente pela dignidade do homem e pela moralidade do setor público.
Fátima Ap. Ferre
Presidente Conselho Nacional do Laicato do Brasil – Diocesano de Bauru