Destaques Notícias

Cáritas Brasileira lança Projeto de inclusão e assistência a refugiados

Diante de um mundo tão marcado pela hostilidade, queremos oferecer o melhor da nossa hospitalidade a esses nossos irmãos e irmãs venezuelanos.  A solidariedade exige  ousadia!

A Cáritas Brasileira, em parceria com Cáritas Suíça, Fundação Banco do Brasil e Departamento de Estado dos Estados Unidos (PRM), inaugurou na última quinta-feira, 08 de novembro de 2018, em Brasília (DF), a Casa de Direitos, espaço voltado para dar apoio e favorecer a integração de migrantes e refugiados de todas as nacionalidades, propiciando acolhimento, atendimento jurídico, acompanhamento psicossocial e capacitações. Nesse lugar, serão desenvolvidos o Programa Pana e o Projeto de Educação e Capacitação para Refugiados e Migrantes no Distrito Federal e Cidades do Entorno.

A Casa de Direitos, além de Brasília, estará presente em outras seis capitais do país, por meio do Pana, – Boa Vista, Porto Velho, Recife, São Paulo, Curitiba e Florianópolis – e tem como objetivo ser referência na acolhida, proteção e integração de imigrantes no Brasil.

A palavra Pana vem da língua indígena Warao e significa amigo. Os warao são uma etnia indígena venezuelana fortemente atingida pela crise política e econômica do país. Fugindo da crise e da fome, foram os primeiros a atravessar a fronteira e chegar a Pacaraima (RR) em busca de ajuda e formas de sobrevivência.

O Programa, apoiado pelo PRM, propiciará ainda acesso à moradia, por meio do aluguel subsidiado de casas ou apartamentos para imigrantes que serão alocados de Roraima, oportunidade de formação em vista de trabalho e renda, assistência jurídica e psicológica. Para complementar as ações, no campo emergencial, os migrantes em situação de vulnerabilidade social terão acesso a itens de primeira necessidade como alimentos e kits de higiene pessoal e de limpeza e roupas.

Na Casa de Direitos, também será executado o Projeto de Educação e Capacitação para Refugiados e Migrantes, com o apoio da Fundação Banco do Brasil, que tem como objetivo central o acompanhamento psicossocial, formação em Língua Portuguesa, Cultura Brasileira, Legislação Trabalhista, Economia Solidária, Empreendedorismo e Inclusão Digital.

As iniciativas contam com a parceria da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB); Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH); Cátedra Sérgio Vieira de Melo, da Agência da Organização das Nações Unidas para Refugiados e Organização Internacional das Migrações, da Agência da Organização das Nações Unidas para as Migrações.

Com informações da Cáritas Brasileira

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.