Campanhas Destaques Especial Pandemia Solidariedade

Campanha ‘É Tempo de Cuidar’ mobiliza arquidioceses e dioceses

Iniciativas demonstram empenho das arquidioceses e dioceses paulistas no exercício da solicitude da Igreja e o grande contributo delas à população do Estado de São Paulo nesse momento desafiador

A Cáritas Brasileira, Regional São Paulo, no exercício de sua missão em prol de assegurar direitos e compromisso com as pessoas em situação de vulnerabilidade social e sofrimento, agravada por conta da pandemia, quando tem faltado o básico para a sobrevivência dessas pessoas em casa, a alimentação.

Segundo o secretário executivo da Cáritas Regional São Paulo, Antônio Evangelista, “as Cáritas Arquidiocesanas e diocesanas com o conjunto da Igreja também continuam promovendo a Ação Solidária Emergencial ‘É Tempo de Cuidar’”, cujo objetivo é suscitar gestos concretos de ajuda às famílias em situação de vulnerabilidade diante da pandemia do Coronavírus.

O secretário também disse que a Campanha da Cáritas Regional em parceria com a Fundação Banco do Brasil, assegurou a distribuição de 1.118 cestas básicas nas cidades de São Paulo, Campinas e Botucatu. Mas com o aumento da demanda, as Cáritas de Guarulhos, São José dos Campos, Itapeva e São Paulo têm promovido arrecadação de alimentos para atender famílias necessitadas. Outra ação importante da Cáritas Regional São Paulo é abrigar temporariamente 32 migrantes de várias nacionalidades, os quais estavam desabrigados e sem alternativas por conta da pandemia. E têm sido realizados vários trabalhos pelas Cáritas diocesanas.

A Cáritas da Diocese de Itapeva, promoveu durante o mês de maio o projeto Virada Solidária. O projeto é inspirado no lema da CF 2020 “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34). Segundo os organizadores, esta ação arrecadou o equivalente a mais de 14 toneladas de alimentos e mais de 3mil peças de roupas e cobertores. Todas as doações estão sendo destinadas às famílias em dificuldade, distribuídas pelas paróquias e até igrejas evangélicas.

A Cáritas Diocesana de Jundiaí, com a Ação Solidária Emergencial “É tempo de cuidar”, promoveu uma rede de apoio e solidariedade, através de parcerias para estimular doações de alimentos e produtos de higiene para o atendimento de famílias carentes nas cidades que compõem a Diocese. A ação resultou em mais 3.520 kg de alimentos; 429 Kg de material de limpeza e higiene pessoal; 35 vale gás de cozinha; 7.310 – marmitex. Foram atendidas 1.539 pessoas em maio.

A Cáritas da Diocese de São José dos Campos efetuou ações solidárias emergenciais em favor de famílias que passam por necessidades e irmãos em situação de rua. A distribuição ficou a cargo das paróquias que mapearam os beneficiários. Também, adquiriu 10.000 máscaras de um projeto social em Fortaleza (CE).

A Caritas Arquidiocesana de São Paulo destinou 3500 cestas básicas nos últimos 70 dias, ao Centro de Referência para Refugiados e aos seis núcleos das Regiões Episcopais Também, adquiriu 10.000 máscaras de um projeto social em Fortaleza (CE), e oferecido este lote a hospitais e profissionais de saúde, a projetos e organizações sociais, à comunidade indígena do Jaraguá e às equipes da Caritas. Outro projeto, o Lar Santa Maria (COTIA), recebe semanalmente população em situação de rua para banho, alimentação, roupas limpas e orientações. E o Centro de Referência para Refugiados: mantêm programas de atendimento via online: programa de Assistência Social, Proteção Legal (documentação). Cerca de 100 pessoas são atendidas semanalmente.

As iniciativas citadas acima, de compromisso e cuidado para com a vida neste tempo de pandemia, com o atendimento e assistência de pessoas vulnerável por ação das Cáritas demonstram o empenho das arquidioceses e dioceses paulistas no exercício da solicitude da Igreja e o grande contributo delas à população do Estado de São Paulo nesse momento desafiador.

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.