Notícias

Apelo do Papa pelos refugiados e para a defender o Evangelho da Vida

1015933_422473271194059_1931481782_oCidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco encontrou-se, na manhã desta quarta-feira, na Praça São Pedro, com os numerosos peregrinos e fiéis, provenientes de diversos Países, para a Audiência Geral.

Durante o encontro semanal, o Santo Padre fez um apelo por ocasião do Dia Mundial dos Refugiados, que se celebra nesta quinta-feira, dizendo:

Este ano, somos convidados a refletir, especialmente, sobre a situação das famílias refugiadas, obrigadas, muitas vezes, a deixarem depressa as suas casas e a sua Pátria e a perder todos os seus bens e segurança para fugir das violências, perseguições ou graves discriminações por causa da religião que professam, da pertença a um grupo étnico e das suas idéias políticas”.

Além dos perigos da viagem, acrescentou o Papa, muitas vezes essas famílias correm o risco da desagregação e, no País que as acolhem, devem defrontar-se com culturas e sociedades diferentes das suas. Não podemos ser insensíveis para com essas famílias e com todos os nossos irmãos e irmãs refugiados. Somos convidados a ajudá-los, abrindo-nos à compreensão e à unidade. Não faltem, em todo o mundo, pessoas e instituições que os assistam. No seu rosto está impresso o rosto de Jesus!

Por outro lado, o Santo Padre recordou ainda que, domingo passado, no âmbito do “Ano da Fé”, celebramos Deus que é fonte da Vida, Cristo que nos dá a vida divina, o Espírito Santo que nos mantém na relação vital de verdadeiros filhos de Deus. E Papa Francisco concluiu fazendo mais um apelo:

“Desejo dirigir-lhes, mais uma vez ainda, um convite a todos a acolher e testemunhar o “Evangelho da Vida”, a promover e a defender a vida em todas as suas dimensões e em todas as suas fases. O cristão é aquele que diz “sim” à vida, que diz “sim” a Deus vivo”.

Fonte: Rádio do Vaticano

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.