Arquidioceses e Dioceses

Projeto “Sou pequeno, mas Sou cidadão” debate políticas públicas com crianças

Internet/Site da Arquidiocese de Sorocaba

A Pastoral do Menor da Arquidiocese de Sorocaba (SP), desenvolveu entre os meses, março a junho, o projeto pedagógico “Sou Pequeno, mas Sou Cidadão” com a participação de 700 crianças de 12 bairros distintos. O tema da Campanha da Fraternidade em 2019 “Fraternidade e políticas públicas” foi refletido com todos os grupos.

A Pastoral do Menor teve início na década de 70 nas Comunidades Eclesiais de Base da Igreja Católica, em São Paulo, com o objetivo de atender crianças e adolescentes de famílias pobres, muitas delas em situação de vulnerabilidade social. Nas décadas seguintes, o movimento se espalhou pelo país. Em Sorocaba, a Pastoral do Menor atua desde 2002.

O objetivo do projeto foi relembrar o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e aprofundar os temas já abordados no projeto “Sou criança e tenho direitos”, realizado no semestre passado, com o aprendizado dos tipos de políticas públicas que se encontram em atividade em nossa cidade. Aproximadamente 700 crianças participaram das atividades propostas.

Reforçamos a importância de ser um cidadão ativo que conhece seus deveres e encontra soluções para fazer valer seus direitos. Os resultados atingidos com esta proposta foram informar os atendidos e famílias sobre a importância das políticas públicas, contribuindo para a formação de cidadãos conscientes de seus direitos e deveres, além de promover a articulação da rede junto à comunidade e promover a sensação de pertencimento social, estimulando as crianças a valorizar os espaços onde estas ações ocorrem”.

 No projeto “Sou Pequeno, mas Sou Cidadão”, as crianças participaram das seguintes atividades: pesquisa sobre o que são políticas públicas e o ECA-Título I. Art. 3; Construção do mapa de Sorocaba e identificação dos serviços que são políticas públicas para elas e visita a UBS do seu bairro.

Outras atividades realizadas foram: roda de conversa sobre cultura, visitas às escolas de ensino fundamental, pesquisa sobre locais para prática de esporte e lazer gratuitas; visitas feitas pelas assistentes sociais do CRAS e Conselheiros Tutelares; e pesquisa sobre a Pastoral do Menor no Brasil.

Visita à Câmara Municipal de Sorocaba – As crianças dos Centros Educacionais Comunitários do Habiteto, Laranjeiras, São Bento e Nova Esperança – totalizando 600 crianças – visitaram a Câmara Municipal de Sorocaba e foram recebidas pelos vereadores da nossa cidade. Elas deram entrevista na rádio sobre políticas públicas e opinaram no que o seu bairro deveria ser melhorado. Algumas delas demonstraram interesse em se tornar vereadores do futuro.

Internet/Site da Arquidiocese de Sorocaba

Um dos vereadores explicou como funciona o Poder Legislativo e as estimulou a apresentar propostas de possíveis leis dando como exemplo uma possível lei “proibindo bater no cachorrinho”. As crianças, com idade entre 6 e 11 anos, entusiasmaram-se com a sugestão do vereador e a menina Isabele apresentou a proposta de que também deve ser proibido “bater no gato”.

Entre outras propostas apresentadas pelas crianças tiveram destaque: “Não xingar os amigos, nem falar palavrões na escola”; “não vender drogas e bebidas alcoólicas” e até o pedido para que os professores possam comer merenda nas escolas. O vereador explicou às crianças que muitas de suas sugestões, como a proibição de venda de drogas e a proteção aos animais, já são leis e devem ser cumpridas, sob pena de multa ou prisão.

A coordenadora pedagógica da Pastoral do Menor, Franciny Farias Yared, enfatizou a importância da visita na formação das crianças. “É muito importante este momento, porque muitos não conhecem a Prefeitura nem a Câmara. Eles conhecem a Biblioteca Municipal, mas ainda não faziam ideia de como é a Câmara Municipal e o que acontece aqui dentro. Então, trazê-los para que conheçam o Poder Legislativo é uma proposta de cidadania”.

No momento as crianças estão fazendo o planejamento e organização para o Encontro de Gerações com seus familiares onde apresentarão tudo o que aprenderam.

A Pastoral do Menor atende diariamente de segunda-feira a sexta-feira 1.200 crianças e adolescentes de 6 a 17 anos e seus familiares. O atendimento acontece nos bairros Aparecidinha, Astúrias, Cajuru, Laranjeiras, Habiteto, Parque São Bento, Júlio de Mesquita, Ipiranga, Jacutinga, Parque Esmeralda e Nova Esperança.

 

Com informações da Pastoral do Menor/Arquidiocese de Sorocaba

 

Palavra do Presidente

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.