Comissões Episcopais Pastorais

Pastoral Carcerária divulga duas cartas de orientações aos coordenadores e Agentes Pastorais

Com o intuito de orientar seus coordenadores diocesanos e agentes, a Pastoral Carcerária do Estado de São Paulo, através de seu Bispo Referencial do Regional Sul1 da CNBB, Dom Otacílio Luziano da Silva, dos integrantes de sua Coordenação Estadual, dos Coordenadores de 7 Sub-Regiões e dos Assessores de sua Coordenação Estadual , emitiu nesta terça-feira (07), duas cartas de posicionamento e orientações aos seus Coordenadores Diocesanos e Agentes Pastorais em todo Regional.

A primeira carta orienta os Coordenadores Diocesanos e Agentes Pastorais sobre o Documento, Agenda Nacional pelo Desencarceramento, compêndio de propostas apresentadas pela Pastoral Carcerária Nacional em parceria com dezenas de organizações, cuja proposta central apontava para a exigência de um programa de desencarceramento que estabelecesse metas claras para a redução imediata e drástica da população prisional.

Já a segunda carta é mais pastoral, intitulada “Agentes em comunhão com a Igreja”, cuja preocupação “é trabalhar em comunhão e unidade eclesial, respeitando as instâncias existentes e criadas pela Igreja, para podermos, juntos, sendo fiéis ao Evangelho, anunciar o Reino de Deus, no Espirito, e encontrarmos e levarmos Jesus Cristo às pessoas privadas de liberdade”.

Confira aqui as íntegras das cartas:

Carta de Orientação aos agentes da Pastoral Carcerária de São Paulo – Agenda Nacional pelo Desencarceramento

Carta de Orientação aos agentes da Pastoral Carcerária de São Paulo – Agentes em comunhão com a Igreja

 

 

Palavra do Presidente

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.