Arquidioceses e Dioceses Destaques

Missa recorda os 25 anos de instalação da Diocese de Araçatuba

O bispo diocesano d. Sérgio Krzywy preside a Santa Missa em louvor aos 25 anos da instalação desta Igreja Particular

A Diocese de Araçatuba vivencia nesta quarta-feira (29) mais um momento solene das comemorações de seu Jubileu de Prata. A data será marcada por uma missa em ação de graças presidida pelo bispo diocesano, dom Sérgio Krzywy, às 19h30, na Catedral Diocesana Nossa Senhora Aparecida,  em Araçatuba.

Além do bispo, todos os padres da Diocese irão concelebrar no Solene Pontifical. Esta será a segunda missa celebrada pelos 25 anos da Igreja Particular. Em 23 de março, d. Sérgio presidiu a Santa Missa em ação de graças pela criação da Diocese, assinada em 1994 pelo então papa João Paulo 2º (hoje canonizado) por meio da bula papal Progrediens Usque.

Segundo d. Sérgio, a instalação da diocese tem o seu valor porque é o período que de fato passou a funcionar. “Em 23 de março de 1994, o então papa João Paulo 2º assinou a criação da Diocese de Araçatuba. Após o ato, as mobilizações em torno da instalação da diocese continuaram, seja no aspecto pastoral, seja no aspecto econômico e de acolhimento e acomodação do então bispo d. José Carlos (Castanho de Almeida, primeiro bispo diocesano, atualmente emérito), que tomou posse nesse período, viabilizando então a instalação recordada em 29 de maio”, explica.

Ainda de acordo com d. Sérgio, após a missa haverá o descerramento de uma placa comemorativa em alusão aos 25 anos da Diocese de Araçatuba. Foram solicitados ainda dez representantes de cada uma das 33 paróquias para participarem da celebração solene representando suas comunidades.

Próximos atos – Em 10 de novembro, no encerramento do Ano Jubilar, ocorrerá a missa em nível diocesano no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba, às 17h. Antes da missa neste horário, ocorrerá uma concentração de fiéis e consagrados na Praça João Pessoa, de onde toda a Diocese sairá em caminhada até o ginásio. “Esse ato representa nosso povo de Deus em caminhada constante rumo a unidade”, explica d. Sérgio.

Além das comemorações diocesanas, cada região pastoral fará a sua celebração em louvor ao jubileu de Prata. No dia 02 de agosto ocorrerá na região de Birigui; no dia 1º de setembro na região pastoral de Guararapes; 22 de setembro na região pastoral de Andradina e no dia 12 de outubro na região pastoral de Araçatuba.

A diocese – A Diocese de Araçatuba atualmente conta com 33 paróquias, distribuídas em 19 cidades: Araçatuba, Andradina, Bento de Abreu, Birigui, Bilac, Brejo Alegre (capela), Coroados, Castilho, Gabriel Monteiro, Guaraçaí, Guararapes, Lavínia, Mirandópolis, Murutinga do Sul, Nova Independência (capela), Piacatu, Rubiácea, Santópolis do Aguapeí e Valparaíso.

O primeiro bispo diocesano foi d.José Carlos Castanho de Almeida, que veio da Diocese de Itumbiara (GO) e permaneceu à frente da Igreja de Araçatuba até 2003, quando apresentou pedido de renúncia de idade, tornando-se bispo emérito. Atualmente d. José vive com a família em Sorocaba, tendo 88 anos.

Enquanto a diocese estava vacante, foi nomeado, em 06 de outubro de 2003, o então bispo coadjutor da Diocese de Assis, d. Maurício Grotto de Camargo, que atuou como administrador apostólico até 28 de agosto de 2004.

O atual bispo, d. Sérgio Krzywy, assumiu como o segundo bispo local em 28 de agosto de 2004, permanecendo até os dias atuais. A Diocese de Araçatuba pertence à Província Eclesiástica da Arquidiocese de Botucatu, atendendo uma população estimada em 502 mil pessoas e fazendo limite com as dioceses de Marília, Lins, Jales, Votuporanga e Três Lagoas (MS).

Com informações da Diocese de Araçatuba

Palavra do Presidente

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.