Comissões Episcopais Pastorais

Bispo referencial da Pastoral do Ensino Religioso realiza visita às Escolas da diocese de Campo Limpo 

O bispo auxiliar de São Paulo, bispo referencial da Pastoral do Ensino Religioso do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e membro do Conselho Estadual de Educação em São Paulo, Dom Carlos Lema visitou escolas da Diocese de Campo Limpo. Na oportunidade o bispo conversou com professores e alunos.

Durante o mês de maio o bispo visitou escolas em algumas foranias da Diocese de Campo Limpo para apresentar a proposta educativa do ensino religioso.

A primeira escola a receber a visita, foi a Escola Monza, de ensino particular e confessional, que fica no território da forania Embu das Artes. Os donos e gestores recepcionaram o bispo que recebeu uma homenagem dos alunos e fez uma breve palestra aos professores trazendo uma mensagem de fé e sugerindo atividades. Dom Carlos, se encantou ao saber da parceria com a paróquia local e com a preparação para a Primeira Eucaristia que a escola proporciona. Padre Fabiano Benevides, amigo dos gestores e grande incentivador da pastoral, esteve presente e considerou frutífera a visita.

Na mesma semana, o Bispo referencial visitou ainda a Escola Estadual Luiz Gonzaga Pinto Silva, no jardim São Luiz e também a ONG Crescer, instituição que tem o objetivo de oportunizar jovens na vivência do primeiro emprego.

Na visita a escola estadual, o gestor, professor Jorge, apresentou a proposta educativa da escola. A sala de inclusão para deficientes visuais, totalmente equipada, encantou e chamou a atenção do bispo. Dom Carlos conversou demoradamente com o gestor e ouviu as dificuldades na educação proveniente da realidade do bairro, em sua maior parte, carente.

No Instituto CRESCER, mantido pelo Rotary Club, visitou salas, conversou com os professores e também ouviu os alunos. A visita foi acompanhada pelo professor Claudemir, diretor da Escola Estadual Antônio Manuel e que também se dedica a ONG. “Aqui se cumpri a função social de qualificação de jovens para o mercado de trabalho nesta realidade tão necessitada de aprendizado, faz toda a diferença”, salienta o professor.

À tarde, foi ainda até o bairro do Campo Limpo, na Escola Estadual de Primeiro e Segundo Grau Amador e Catharina Saporito Augusto, onde foi acolhido pela equipe pedagógica, ouviu sobre os problemas enfrentados no dia a dia e falou demoradamente sobre a vocação do magistério e da pedagogia do amor.

“Educar é um ato de esperança, uma aposta em um futuro que se constrói num caminho de busca da verdade, é preciso caminhar na esperança, no meio de tantas dificuldades, sem perder a alegria, na certeza de que Deus Pai nos dará tudo o que for necessário”, pontua Dom Carlos.

Com informações da diocese de Campo Limpo

 

Palavra do Presidente

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.